quinta-feira, 6 de maio de 2010

Saúde!

Recentemente algumas pessoas me contataram, através de amigos e pelo fórum canguru.info, com dúvidas sobre o sistema de saúde na Austrália e se era melhor ou pior que no Brasil.
Vou aproveitar as respostas que enviei a estas pessoas prá contar um pouco do assunto aqui no blog.

Este é um assunto que - mais uma vez - é estando aqui que a gente começa a entender melhor como funciona.

Em primeiro lugar saúde é coisa séria aqui, mas o esquema é diferente e vou te contar algumas experiências nossas.

Uma das coisas que a gente tem que acostumar (e que acredito muita gente vinda do Brasil não gosta e por isto critica) é que qualquer consulta tem que ser feita primeiro com o GP (General Pratictioner - ou clínico geral).
Não é como no Brasil que a gente escolhe o médico e vai no que achar mais adequado.
Este médico "filtra" as necessidades do paciente e só vai encaminhar para um especialista se achar que é necessário. A mesma coisa ocorre com exames.

No início do ano eu a Carla fomos ao médico para solicitar um checkup, como faziamos anualmente no Brasil.
A doutora, que é clínica geral, ficou espantada com a quantidade de exames que levamos junto. Perguntou se eu tinha algum problema de coração, pois eu havia levado até eletrocardiogramas junto (coisa que aqui eles só vão pedir se acharem que tem necessidade).
Nesta hora começei a pensar se todos os exames que faziamos anualmente eram realmente necessários (ou poderia ser algo para alimentar os cofrinhos dos planos de saúde...).
Caso o médico precise de informações adicionais sobre algum sintoma, ele pode até acessar alguns sites médicos para buscar o que precisa.

Como residentes permanentes nós temos direito ao Medicare, o sistema público de saúde.

O Medicare cobre parte das despesas médicas dentro de uma tabela padrão.
Cada médico pode definir o valor para consulta. Na clínica onde vamos o valor é de AU$ 65.00. O Medicare ressarce AU$ 35.00 (crédito posterior em conta corrente).
É possível encontrar médicos que cobram menos e alguns ficam até de graça pois cobram os 35 que são resarcidos depois.

Depois que fizemos a consulta com a médica, ela solicitou alguns exames e não pagamos nada para fazê-los.
Retornamos alguns dias depois, para saber os resultados dos exames (que são enviados diretamente ao médico), e não pagamos nada.
Felizmente tudo continua bem. Todos saudáveis e felizes... eh eh eh

Ah, para crianças até 16 anos a consulta é free.

Para meus filhos recebo uma vez por ano um voucher do governo que dá direito a uma consulta no dentista, para revisão e limpeza, e na escola do Gabriel tem um dentista que atende alunos das escolas do bairro para consultas e revisão básicas. Tudo sem custo algum.

E por enquanto nem estou falando de planos de saúde.
Mas então vamos lá.
Os planos de saúde servem para cobrir despesas em caso de hospitalização e permitem, neste caso, que o paciente escolha o médico pelo qual quer ser atendido. Caso não tenha plano vai ser atendido pelo médico que for designado pelo sistema público.

O plano privado não é, como no Brasil, para permitir que a gente vá no médico que bem entender.

Existem várias modalidades de planos.
O nosso inclui consultas a dentista, oftalmologista, fisioterapia, ambulância e algumas outras coisas. Ou seja, não cobre consulta médica, que é feita no esquema que expliquei acima.
Nós pagamos cerca de AU$ 140 por mês.

Pelo menos para nós, sempre que precisamos usar o sistema de saúde fomos muito bem atendidos.
Ainda felizmente não precisamos usar o plano privado para hospital, mas já usamos para dentista e foi tudo muito tranquilo.

Em resumo, na minha opinião o sistema público de saúde é muito bom.
Talvez nem precisássemos ter o plano privado (a maioria do povo aqui não tem), mas foi uma opção nossa para ter alguns recursos adicionais e até pelo costume de ter plano privado antes.



Galerinha
Prá não peder o costume, abaixo vão umas fotos da galera que já anda frequentando aqui em casa.
Como era no Brasil, nossa casa continua sendo a "casa da mãe Joana"... ou da mãe Carla... rsrsrs


Na hora da fome, umas pizzas resolvem...


...e na hora de dormir, é só jogar uns colchões no chão.

2 comentários:

izabel disse...

Referente as fotos, só posso dizer que "Tudo está no seu lugar,graças a Deus, graças a deus..."

ANA CRISTINA disse...

OLA!
ADOREI A EXPLICAÇÃO SOBRE O PLANO DE SAUDE.SIMPLES E DIRETA.
QUE BELO DIA DIA DAS MÃES!
SUCESSO MAIS UMA VEZ PARA TODOS DA FAMILIA!!!!!!!
ANA CRISTINA DE BH