sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Sotaques

Obviamente, uma das coisas que chama mais atenção aqui na hora de se comunicar são os diferentes sotaques.
A Austrália é um país composto por estrangeiros, na maioria da população. E cada vez chegam mais.

Em recente pesquisa divulgada na imprensa, foi comentado que aqui em Western Australia, ou mais precisamente em Perth, existe o maior percentual de estrangeiros em relação aos australianos legítimamente nascidos.

(Se bem que alguns amigos brasileiros já estão contribuindo para aumentar a população dentro de alguns meses...)

Quando chegamos aqui, uma das maiores preocupações era com a língua, com medo de errar na hora de falar ou passar vergonha de não conseguirmos nos comunicar.
No início é complicado, mas uma das coisas que facilita muito é a paciência e disposição que o povo tem para ajudar e facilitar a vida de quem ainda é iniciante no idioma.
Justamente por estarem acostumados com estrangeiros, ou até por também serem estrangeiros.

Até pouco tempo, ao conhecer alguma pessoa, eu costumava me desculpar antecipadamente por estar ainda aprendendo inglês.

Há alguns dias, fiz minha primeira "apresentação" oficial na empresa onde trabalho, sobre o planejamento que estou fazendo para o processo de melhoria contínua.
Apesar de estar acostumado a fazer no Brasil apresentações de produtos, palestras e aulas para dezenas de pessoas, fazer isto num idioma ainda não 100% dominado complica bastante.
Com o Powerpoint pronto e já devidamente ensaiado, fui para a sala de reuniões onde me esperavam o diretor da fábrica e os gerentes de todas as áreas.

Para tentar amenizar a barreira da língua, abri a apresentação comentando que se eles tivessem alguma dúvida durante a apresentação que me perguntássem, pois eu ainda estava aprendendo inglês e blá, blá, blá.

Bueno, ninguém comentou nada e comecei o meu discurso.
Depois de terminada a apresentação, todos começaram a debater sobre as idéias e a reunião seguiu normal. Nenhuma dúvida, nenhum desentendimento, parece que todos conseguiram me entender.

Momentos depois pedi aos dois gerentes da manufatura, com quem trabalho diretamente, uma opinião sincera de como eu tinha me saído na apresentação.
Eles fizeram vários comentários positivos sobre a apresentação, e não falaram nada sobre o meu inglês (que era exatamente o que eu queria saber).

Bom, depois deste episódio me convenci de duas coisas: meu inglês não está tão ruim assim e outra, o pessoal aqui não liga tanto para a barreira da língua. Eles tem boa vontade e se esforçam para entender.

Sotaques
Bom, mas e os sotaques.
É normal durante o dia manter contato com pessoas falando inglês com sotaque chinês, italiano, vietnamita (parecido com chinês), britânico... e até australiano.

Falo em "até australiano" porque o sotaque é diferente mesmo.

Ainda vou demorar até me acostumar ao jeito como eles falam palavras terminadas com "er".
Tem uma propaganda na TV da Eagle Boys pizza, que tem o slogan "bigger and better", mas na hora de falar sai algo como "bíga and béta"... eh eh eh
Tem um videozinho do comercial no Youtube.

Esta semana, conversando com a gerente do banco sobre seguros, ela disse que duvidava que nós encontrássemos uma opção que fosse "chípa and béta" do que a que ela estava mostrando.

É tão comum que uma das redes de supermercados daqui, o IGA, chama as lojas de Supa IGA.
Estes dias vi um serviço de entregas que se chamava "Fasta Courrier Service", escrito assim mesmo. rs rs rs

Só para encerrar, uma coisa engraçada são os chineses que as vezes ficam indignados quando a gente não os entende, pois prá eles o inglês deles é ótimo. Eles argumentam que conseguem se entender bem entre eles... AH AH AH

Abraços

4 comentários:

Careca disse...

Bá Véio, tô rindo ainda dos sotaques. Parece aqui no Brasil que o portugues de minas é outra língua.

Abraço a todos.

Careca

Cris disse...

Olá, primeira vez comentando aqui. Gosto muito de acompanhar o blog de vocês.
Vou tomar a liberdade de colocar seu blog na nossa lista de blogs. Espero que não se importe. Um abraço a todos.

raul75 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luciano rohr disse...

Beto: tenho tido poucos contatos com Montenegro. Somente nesta sexta última soube da novidade (?) que já faz 10 (!) meses. Mesmo com este grande atraso, gostaria de poder me juntar àqueles que desejam o sucesso e a felicidade de vocês.
Um abraço a todos