terça-feira, 2 de março de 2010

Prá não dizer que só falei de flores...

Bom, como já faz um tempinho que estamos por aqui, já dá para ter uma idéia melhor das coisas que são positivas e aquelas que não são tanto.

Apesar de Perth, juntamente com algumas outras cidades australianas, estar em uma posição privilegiada nas pesquisas de qualidade de vida, também existem problemas por estas bandas.

Além de alguns problemas sociais reais, existem outros fatos que nos parecem no mínimo esquisitos. Questão de costumes diferentes.

Aborígenes
Infelizmente existe um conceito (ou preconceito) geral de que aborígenes são problema.
Isto ocorre devido ao sistema que foi criado para favorecer o povo nativo da Austrália.
O governo, para compensar de alguma forma todas as barbáries que foram feitas contra eles no passado, paga uma "pensão" para os nativos.
Além disso, fornece moradia em comunidades no interior do país, onde eles podem manter sua cultura e tradições, ou em casas na cidade onde existe inclusive alguns bairros com "cotas" para famílias de aborígenes.
Acontece que muitos deles querem aproveitar a vida mais confortável das cidades grandes mas trabalhar não combina muito com os ideais deles e acabam vivendo da pensão do governo.
Com isto é muito comum ver aborígenes bêbados e causando confusão já cedinho pela manhã.

Furtos
Pois é, aqui também tem. Não chega a ser alarmante, mas como diz o ditado "a ocasião faz o ladrão" e a polícia recomenda não deixar objetos de valor à vista dentro do carro, ficar dando sopa com a carteira ou bolsa ou, acreditem, pedem para as pessoas chavearem as portas das casas.
Algumas vezes é possível ver os jornais mostrando pessoas roubando em lojas, apesar de quase todos os lugares possuirem câmeras de vídeo.
Pelo menos as imagens são mostradas na TV e apelos são feitos para que o público denuncie para o Crime Stoppers. Por incrível que pareça funciona mesmo e geralmente um ou dois dias depois já mostram o "meliante" sendo recolhido pela polícia.

Álcool e Violência
O australiano em geral é bem chegado numa cerveja. Apesar do preço alto e da restrição para venda somente à maiores de 18 anos, a turma costuma beber bastante.
O pior de tudo é que bebem e ficam valentes, com superpoderes e acefalía suficiente para encarar até a polícia.
Obviamente isto não é generalizado e ocorre principalmente nos bairros onde tem boates e os pubs ficam abertos até mais tarde, com mais ênfase em Northbrigde, próximo ao centro de Perth.
São assunto na TV as brigas de bar que acabam em gente ferida, inválida ou até em morte. E isto inclui qualquer um que estiver por perto, bebuns em geral, polícia e mulheres. Isto mesmo, mulheres. A mulherada também bebe como se não houvesse amanhã e acaba arrumando confusão da mesma forma.


Bom, tudo isto é meio desagradável de ver pela TV, mas é pior ainda quando acontece perto da gente... Já explico porque.

Como comentei anteriormente, logo após o Natal minha mãe chegou para nos visitar.
No final de semana seguinte, chegamos de um passeio no final da tarde e eu estacionei o carro no abrigo em frente de casa.
Bem despreocupado, deixei o GPS no parabrisa e a Carla esqueceu o celular no console.
No outro dia pela manhã, sábado, encontramos o carro aberto e o celular e o GPS tinham desaparecido.
Pois é, o carro não tem alarme (não é comum ter como nos carros do Brasil) e dei azar de algum vagabundo ter feito a "revista" aqui pelo nosso bairro naquela noite.
Como tenho seguro total da casa e de objetos pessoais, tive tudo resarcido alguns dias depois.

Depois de ter feito o registro na polícia saímos para ir ao supermercado.
Eu e a Carla entramos no super e a mãe ficou sentada num banco no corredor do shopping.
Quando chegamos no caixa, ouvimos uma gritaria no corredor e fui olhar do que se tratava.
Era um aborígene bebum fazendo a maior confusão e só foi embora quando o gerente ameaçou chamar a polícia.
A mãe contou que ele estava sentado ao lado dela no banco e ela só entendeu quando ele saiu gritando "fu%# you" para o gerente do mercado. rsrsrs

No dia 26 de janeiro, fomos assistir as festividades do Australia Day, na beira do rio Swan, em South Perth.
O evento muito bem organizado e todo o povo bem comportado, com famílias inteiras fazendo picnics à beira do rio.
Estávamos mesmo comentando sobre a grande quantidade de policiais para manter a ordem e fazer valer a proibição total contra o consumo de bebidas alcoólicas.
Foi aí que demos de cara com duas meninas se pegando pelos cabelos, aos socos e pontapés. Visivelmente "fora da casinha" as duas se engalfinharam por uns momentos até chegar a turma do deixa disto...
Uma delas saiu ostentando um chumaço de cabelo da outra, como se fosse um troféu.

E adivinha quem estava conosco? Sim, minha mãe. A Dona Jane Maria presenciou mais uma cena lamentável do cotidiano da cidade.

Mas mesmo com todas estas provações ela acabou saindo daqui com uma impressão boa da Austrália, pois felizmente todas as coisas boas que ela viu foram suficientes para compensar.


Feriado
Prá mostrar coisas mais agradáveis, vai abaixo uma foto de segunda passada, que foi feriado do Dia do Trabalho aqui em Western Australia.
Fomos ao Kings Park passear um pouco e relaxar para encarar a semana.

Um comentário:

Ana Corrêa disse...

Betinho, gente bebum e barraqueira tem em todo lugar do mundo, isso vem no sangue, não adianta! Mas não tem comparação com todas as vantagens que vocês tem aí! Tudo de bom pra vcs! Um abração e beijos pra Carla e guris.