domingo, 12 de dezembro de 2010

Aniversários

É curiosa a forma como a gente costuma marcar o tempo e as memórias em "aniversários", geralmente mais significativos de ano em ano.

Pois para a gente esta tem sido uma fase bem interessante em termos de aniversários.

Ontem completou-se dois anos de quando recebemos a carta a aprovação do nosso visto de Residente Permanente para a Austrália.

Dentro de duas semanas, vamos completar o primeiro ano morando na nossa casa.

E no próximo mês serão já dois anos morando no país.

Pois é, como dizia a musiquinha "o tempo passa, o tempo voa, e a poupança Bamerindus continua numa boa..." eh eh eh (esta só os mais velhos vão lembrar).

Esta foto foi tirada em Novembro de 2008, na Aldeia do Papai Noel em Gramado/RS. Neste lugar a gente escreve pedidos de coisas especiais em umas plaquinhas de madeira e deixa embaixo desta árvore para o Papai Noel. Nosso pedido foi conseguir o visto para a Austrália até o final de 2008.

Funcionou prá nós.



Vídeo de Perth

Uma das coisas que sempre lembro era de quando estávamos no processo de vir prá cá e procurávamos conhecer um ppouco mais do dia a dia em Perth.

Sempre achávamos fotos de lugares bacanas como praias ou parques, mas era muito difícil encontrar fotos retratando como era a vida nas ruas e bairros da cidade - lugares estes em que provavelmente vai se passar a maior parte do tempo.

Pensando nisto, e também para mostrar aos amigos quando estivemos no Brasil em Outubro passado, montei um vídeo caseiro que mostra um pouco de como são as ruas e bairros da cidade.

O vídeo foi feito com a máquina fotográfica e não tem nenhuma pretensão de ser uma obra prima, mas acho que vale como curiosidade. Pode ser acessado no Youtube neste link.


Show do Bon Jovi

Na última quarta-feira fomos ao show do Bon Jovi aqui em Perth, onde eles inauguraram a turne pela Austrália.

O show foi no Patterson Stadium (mais conhecido pelo antigo nome de Subiaco Oval) e começou por volta de 7 da noite.

Antes de irmos eu dei uma pesquisada na internet e descobri que o lugar não tem muitas opções para estacionamento.

Como o ticket para o show já incluia o transporte público, entrei no site da Transperth e encontrei todas as informações de transporte para o show.

Resolvi encarar o trem para ver como ia ser esta experiência.

O trem daqui é como o Transurb em Porto Alegre, ou seja um metrô que esqueceram de enterrar. Passa a maior parte do tempo na superfície e em alguns momentos vai por túneis.

Bom, saímos de casa e fomos de carro até a estação do trem aqui perto. Estacionei o carro (free) e pegamos o trem (também free) para ir até a estação central em Perth onde fizemos a baldeação para o outro trem (idem free) até o estádio.

Resultado, em menos de meia hora estávamos na fila para o show, sem nenhum stress de trânsito.

Na fila a gente ficou analisando o povo que estava comparecendo ao show. Tudo no estilo australiano, ou seja, sem estilo nenhum. Como sempre tinha gente toda arrumada, algumas "barbies" todas produzidas, alguns com camisetas do Bon Jovi e muitos "mates" de chinelo, bermuda e camiseta.

Interessante notar quando chegaram dois cadeirantes e entraram na fila, como qualquer outra pessoa que ali estava. Aqui eles não tem aquela coisa de que cadeira é "deficiente" e tratado como um coitado.

Como já comentei, estas pessoas assim como idosos tem uma vida normal. Vão ao shopping, shows, praia e também trabalham como qualquer outro.

Uma das grandes diferenças que vejo em relação ao Brasil é que aqui nada tem que ser adaptado para eles, pois toda a infra-estrutura já leva em consideração a acessibilidade para estas pessoas.

Bueno, voltando ao show, logo na entrada do estádio tinha uma tenda vendendo cachorro-quente, pizza e o tradicional fish and chips. Encaramos dois destes últimos e fomos para nossas cadeiras.

O estádio aos poucos foi enchendo até ficar lotado.

O show estava muito bom, com algumas músicas do novo álbum, mas agitava principalmente quando tocavam alguma das antigas.

Quando o evento terminou, o povo todo começou a sair, de forma bem organizada, mas era tanta gente que levamos uns 20 minutos até chegar na rua.

Fomos até a estação de trem, a uns 300 metros do estádio e já tinha uma fila enorme para pegar o trem.

Foi aí que pensamos "devíamos ter vindo de carro", mas depois de alguns minutos vímos que estávamos enganados.

A fila foi sendo "engolida" por trens de seis vagões que chegavam em intervalos de minutos e quando vimos já não tinha mais quase ninguém esperando pelo transporte.

Uma breve viagem até Perth, trocamos de trem para Thornlie e depois de alguns minutos já estávamos em casa.

Já esta no plano encarar o trem novamente para o show do U2, no domingo que vem... eehhhhhh


O estádio ainda vazio antes do show

2 comentários:

Turquezza disse...

Parabéns pelas etapas vencidas!
Sou brasileira, pretendo morar um dia na Austrália (que adoro).
Gostei do seu blog e sigo.
Se quiser relembrar "coisinhas" do BR entre no meu blog
http:turquezzavariedade.blogspot.com
Obrigada. Felicidades sempre.

Lu disse...

Adorei assistir a esse vídeo. Fico mais empolgada ainda vendo essas coisas. Olho o seu blog quase todos os dias esperando alguma novidade, fico feliz pelas suas conquistas.