quarta-feira, 29 de julho de 2009

Six months

É mesmo impressionante como o tempo passa.
Um dia após o outro e já fazem seis meses que chegamos a Austrália.

Meio perdidos naquele 28 de Janeiro, chegamos ao hotel por volta de três da tarde, tomamos um banho, saimos para fazer um lanche e as cinco e meia da tarde já estavámos dormindo, atordoados pelo fuso horário e pelo cansaço de mais de trinta horas de viagem.

Os dias seguintes foram de descobertas. Algo tipo Indiana Jones na cidade grande.

A rotina, no início tumultuada e cheia de surpresas, vai aos poucos entrando em ritmo da vida normal, e vamos acostumando com coisas simples que mudaram no nosso dia-a-dia mas que, parando para pensar um pouco, já se tornaram naturais para nós.
Querem um exemplo? Já fazem seis meses que eu aciono o indicador de direção com a mão direita, assim como dirigir na "contramão" se tornou coisa normal.

Cada pessoa tem os seus gostos - e isto não se dicute, como diz o ditado - além de expectativas de vida diferentes. O que é bom para alguns, pode não ser para outros e vice e versa.

O fato é que, pessoalmente falando, estou muito satisfeito com a escolha de ter dado esta virada em nossa vida.

Apesar da inevitável saudade da família e dos amigos, me sinto muito mais tranquilo, seguro e realizado, isto apesar do pouco tempo aqui e ainda "apanhando" um pouco no inglês.

Tenho a certeza de que as coisas só vão melhorar daqui para a frente.

Fizemos novas amizades que apesar de pouco tempo, parecem de longa data, devido à intensidade com que compartilhamos os ideais que nos fizeram mudar para cá.

Já que este momento é um marco, quero aproveitar para agradecer a todos aqueles que torceram - e torcem - por nós e dizer que não esquecemos dos amigos aí no Brasil. Pelo contrário. Volta e meia em alguma situação que nos ocorre aqui a gente relaciona com alguma pessoa conhecida e comenta: "Olha, isto aqui o fulano iria adorar...".
Isto de alguma forma nos mantém ligados às pessoas que gostamos.

Aproveito para agradecer também aos novos amigos, por todo apoio e pelas valiosas dicas que nos economizaram tempo e dinheiro durante nosso assentamento aqui.

Agradeço especialmente ao Gabriel e ao Ricardo pelo comportamento impecável e por terem "tirado de letra" o fato de encarar escola nova, colegas novos e principalmente uma nova língua.

Mas quero principalmente agradecer a Carla, minha companheira até as últimas consequencias, que tem segurado o rojão nestes primeiros meses, pois sei que apesar dela estar curtindo muito e acreditar que no futuro as coisas serão melhores para nós, eu era o principal incentivador da idéia de migrar.

Por enquanto nosso plano é de levar nossa vida por aqui.
No futuro... bom "o futuro a Deus pertence" como dizem...

Continuamos fazendo planos para o futuro, mas não nos prendemos mais a eles.
Eles é que tem que se adequar ao que nós queremos.
E o que nós queremos agora é levar uma vida tranquila e aproveitar tudo de bom que cada momento pode nos oferecer.

Um grande abraço a todos.

7 comentários:

Alexandre disse...

É com grande satisfação que leio este último relato.
Vejo que as coisas estão dando certo e vocês estão satisfeitos e com grandes esperanças no futuro.
Desejo que as coisas continuem dando cada vez mais certo e que vocês tenham sucesso nesta nova vida!
Grande Abraço!
Belló.

Cynthia Saccoman disse...

Parabéns pelos 6 meses!!
O tempo passa rápido, não é mesmo!!
Beijos

Careca disse...

Grande Guebardo, ficamos muito felizes por tudo isso que nos conta, tu tens razão em dizer que de agora em diante só vai melhorar, com certeza, abração a todos.

Anônimo disse...

Parabéns, Beto, por estes 3 meses de inesqueciveis experiencias! Maravilha! Nossos momentos... é tudo q levamos da vida. E pelo visto, teus dias em nada se compara a nossa louca estada a trabalho em Buenos Aires, não é mesmo?! rsrs. Bj! Bj a Carla e aos meninos! Sigam felizes! Estamos por aqui. Sempre lembrando vcs é claro! Miriam.

Anônimo disse...

Corrigindo: Parabens pelos 6 meses de estada na Australia! 6 meses!! Foi erro de digitacao! Meu ingles nao é um primor mas tambem não é tão ruim assim! Hehehe! Beto, nao tenho te acompanhado desde o inicio, por isso só agora comecei a ler teus primeiros escritos. Teu texto, comentarios e fotos são muito bacana, divertidos. Legal estes registros. Eu tb adoro fazer isso, documentar. Lendo teus textos me informei, me diverti. E agora já sei o q fazer qdo estiver pra baixo, deprimida: vou acessar teu blog e dar boas risadas! Abração! Miriam.

Alexandre disse...

Puxa, eu e o Cabaldi falamos sobre isto nesta semana. 06 meses... Caramba !
Que legal meu velho. É isso aí. Como disse o Massa pro Rubinho: o negócio é MOLA pra frente !
Abração pra ti, pros guri e pra Carla.
Sempre desejando sucesso na nova vida !
Xande, Lê, Duda & Rafa

ANA disse...

Bah Beto, cheguei a me emocionar com este desabafar teu, é isso é que vale, tu está do lado da pessoa certa, que vai contigo onde Deus mandar, e tomara que sejam só lugares maravilhosos como aí!E juntos com os gurias, vocês podem tudo e muito mais! Eu já sabia que tudo ia dar certo, e rezei muito para que saíssem muito bem, mostraram mais uma vez a garra do brasileiro que decide mudar e vai à luta! Parabéns pelos 6 meses, que estão sendo quase 7, por agora e tudo de bom, de coração. Apesar do pouco tempo que convivemos, te admiro muito e acho linda esta tua família maravilhosa e este teu companheirismo, amor e dedicação à Carla! Vocês são tudo de bom! Beijão e continuo rezando por coisas cada vez melhores pra vocês, aonde quer que desejam estar! Ana Corrêa